sábado, maio 20, 2006

Este blog acaba aqui

|
Como já poderão ter reparado, a actividade neste espaço tem sido relativamente dimunta nas últimas semanas. E na verdade, para além do argumento tempo, também sinto que este blog "perdeu" o rumo. Foi bonito enquanto durou, deu até para fazer amigos novos e tudo, mas creio que está gasto. Pelo menos para mim (e eu é que sou o autor destas linhas!). O Grande Líder Branquista despede-se, mas promete voltar sob uma nova identidade daqui a umas semanas.

Um muito obrigado a todos os que por aqui passaram

P.S. - Os clientes habituais aqui da tasca serão notificados do novo projecto, aquando do seu lançamento.

terça-feira, maio 09, 2006

Próxima época, grandes jogos em Portimão!

|

quinta-feira, maio 04, 2006

Para não dizerem que isto anda parado, fiquem com...

|

... um Ferrari 312 pilotado pelo Jacky Ickx no GP da Holanda de 1969.


quarta-feira, abril 26, 2006

Pormenores caseiros

|

Pior a emenda que o soneto

|
Digam lá se isto é um castigo para as idadas aqui retratadas?

terça-feira, abril 25, 2006

32 anos depois

|
Temos os Morangos com Açucar em vez da "Mãe Coragem" do Brecht no horário nobre da TV.

Temos o 24 Horas e o Correio da Manhã em vez do Diário de Lisboa e do Diário Popular.

Temos os D'ZRT e a Mónica Sintra em vez do José Mário Branco e dos Trovante (Luis Represas pá, quem te viu e quem te vê).

Temos uma PJ de mãos atadas por um governo com medo da sua competência. O "último tango em paris" e o "Império do sentidos" afinal só serviram para dar poutros usos à manteiga e para educar bispos.

Temos um Partido Socialista que se confunde com um Partido Social-Democrata.

Temos uma rede intricada de cunhas e rodriguinhos em todos os centros decisores.

Temos uma população que norteia as suas acções cada vez mais em prol da imagem e do individualismo.

É incrível como o espírito de Abril está mais do que atingido.

Mas eu ainda tenho esperança. Viva o 25 de Abril, porta de sonhos e liberdades tão mal aproveitadas pelo povo portugês, ainda e sempre manietado pelos seus próprios patrícios.


sábado, abril 22, 2006

Como podem ver pela produção dos últimos dias

|
Sofro disto.

segunda-feira, abril 17, 2006

A morte saiu à EN numa madrugada assim

|
Francisco Adam só tinha 22 anos. Era mais novo do que eu. E teria toda a vida pela frente, se não tem sido aquele estúpido acidente que o vitimou.

Mas cuidado com os elogios fúnebres. O gajo era um péssimo actor.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com